IP é parceira do Festival Bons Sons em Tomar

2019-08-08

De ano para ano, o Bons Sons tem procurado diminuir barreiras de forma a que todos possam viver a aldeia onde decorre tirando o máximo de partido do evento.

A celebrar 13 anos, o Bons Sons reforça a sua identidade com a Orquestra Filarmónica Gafanhense a interpretar, no concerto de abertura, 10 temas, um por cada edição do festival que decorre até domingo.

O festival, com lotação limitada a 35 mil pessoas, tem como novidades desta edição o lançamento do livro “Bons Sons x10: uma aldeia em manifesto”, que retrata a aldeia e os artistas que passaram por Cem Soldos ao longo de 10 edições.

O Bons Sons conta com concertos por vários locais da aldeia, e conta com nomes como Tiago Bettencourt, Moullinex, Luísa Sobral, entre muitos outros.

Ao longo do festival, haverá ainda diversas atividades para toda a família, entre as quais as sessões de música para grávidas e bebés,  jogos tradicionais e outras iniciativas.

A aldeia de Cem Soldos é fechada e o seu perímetro delimita o recinto que acolhe 10 palcos integrados nas ruas, praças, largos, igreja e até em garagens e lagares.

São os cerca de mil habitantes da aldeia que organizam e produzem o festival, ao longo do qual acolhem os visitantes.

 

Mais informação em Bons Sons