Estação de Espinho-Vouga – Subconcessão para instalação de estabelecimento de restauração

2019-11-06

A IP Património – Administração e Gestão Imobiliária, S.A.,(empresa do Grupo IP) torna público que pretende subconcessionar o uso privativo do Edifício de Passageiros (EP), com 283 m2 e uma parcela de terreno adjacente com 223 m2 na Estação Ferroviária de Espinho-Vouga, na Linha do Vouga, para a instalação de estabelecimento destinado a restauração, atividades turísticas e hoteleiras e/ou outras compatíveis com a utilização deste edifício, no local identificado na planta anexa.

 

Podem apresentar propostas quaisquer pessoas singulares e coletivas ou seus representantes, devendo os interessados fazê-lo até ao dia 20 de dezembro de 2019, pelas 15:00 horas, encontrando-se em anexo todos os documentos sobre este procedimento, que devem ser consultados.

 

O primeiro troço da Linha do Vouga, entre Espinho e Oliveira de Azeméis, foi inaugurado em 23 de novembro de 1908 pelo Rei D. Manuel II, tendo a via-férrea sido aberta à exploração em 21 de dezembro de 1908.

 

Mais informação: