Estação de Cascais transformada em galeria de arte

2019-09-03

Com o objetivo de oferecer uma experiência diferente do habitual aos seus utilizadores, tornando  as estações ferroviárias em espaços de encontro e de vivência, geradores de emoções, abertos às diversas formas artísticas e à comunidade, a Estação de Cascais foi transformada numa galeria de arte, com a exposição de imagens alusivas à obra do artista Keith Haring, que podem ser visitadas entre 3 de setembro e 10 de novembro. 

Ainda no âmbito desta exposição, Akacorleone (Pedro Campiche) foi o artista convidado para caraterizar o exterior e interior de uma carruagem de comboio, que já se encontra em circulação na linha de Cascais, com padrões inspirados na arte de Haring.

A ideia é transportar o visitante para NY em plena década de 80, sob o olhar ímpar do artista e ativista. Na exposição é possível apreciar algumas das suas obras mais icónicas, que nos fazem viajar pela imaginação de Haring, num diálogo aberto entre a arte, o ativismo e a moda.

Juntamente com contemporâneos seus, como Jean-Michel Basquiat e Kenny Scharf, Haring trouxe elementos da cultura popular, "low art" e elementos não-artísticos, para espaços anteriormente exclusivos de "high art”, como museus e galerias.

A obra de Haring transcendeu o mundo da arte e sua influência na moda foi significativa. Colaborou com ícones da moda e designers como Grace Jones e Vivienne Westwood e o seu legado vive através de marcas como Coach e Lacoste.