Concluída a estabilização do aterro na EN210

2020-03-26

A estabilização do aterro e da plataforma rodoviária ficou concluída no dia 29 de janeiro, após o deslizamento no talude de aterro do lado esquerdo, entre os quilómetros 38,565 e 38,585. O investimento foi de 133.976,38€, com um prazo de execução de 120 dias.

Este troço da EN210 situa-se entre as localidades de Amarante e Celorico de Basto, desenvolvendo-se em flanco de encosta ao longo de um traçado sinuoso que acompanha o rio Tâmega pela sua margem direita. O talude apresenta uma altura máxima de cerca de 11 m e uma inclinação na ordem dos 42°, sendo suportado na sua base por um muro em alvenaria de pedra com 3,5 metros de altura, confinando com terrenos afetos à atividade vitivinícola.

Junto à base do talude de aterro foram realizados trabalhos de construção do muro e reposição da plataforma rodoviária.

Apesar das restrições existentes devido à pandemia do COVID-19, a Infraestruturas de Portugal continua a assegurar as obras que são necessárias para a salvaguarda das condições de segurança dos utilizadores. Trabalhamos para si, fazemos a parte que nos compete. O que pedimos é que faça a sua parte, fique em casa e siga as recomendações da Direção Geral da Saúde (DGS). Por si. Por todos.