Balanço da Campanha de Segurança Rodoviária

2020-01-10

De acordo com o balanço da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR),  no período de Natal, entre 18 e 25 de dezembro, registaram-se nas estradas de Portugal Continental 9 vítimas mortais, menos 12 que em igual período do ano passado, representando um decréscimo superior a 50%.
Em linha com esta redução, também o número de feridos graves e feridos ligeiros diminuiu em 15% e 19%, respetivamente, embora se tenham verificado mais 334 acidentes, um aumento de 11%, face ao ano anterior. 

Apesar destes resultados, é necessário que todos os intervenientes na segurança rodoviária, desde os condutores, aos gestores de infraestruturas, às forças de segurança, entre outros, trabalhem em conjunto e para um objetivo comum, de forma a consolidar a diminuição da sinistralidade rodoviária até ao único número aceitável de vítimas mortais: zero.

Todos somos responsáveis pela alteração paradigma na abordagem da Segurança Rodoviária: a sinistralidade rodoviária não é uma fatalidade, e pode ser evitada.

Entre 18 e 25 de dezembro, foram fiscalizados pela GNR e pela PSP, quer presencialmente, quer através de controlo por radar, 240.220 condutores.

O balanço da ANSR, que reúne dados da GNR e PSP, destaca também que nestas ações de fiscalização registaram-se 24.218 infrações, das quais 62% referem-se a excesso de velocidade. 

Relativamente à condução sob o efeito do álcool, foram submetidos ao teste de pesquisa de álcool 32.902 condutores, tendo 575 apresentado uma taxa de álcool superior à máxima permitida, dos quais resultaram 205 detenções.
 

Infraestruturas de Portugal associou-se à Campanha de Natal e Ano Novo – “O melhor presente, é estar presente”.

A IP associou-se à  Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) e a mais 36 parceiros, na promoção da Campanha de Segurança Rodoviária “O melhor presente é estar presente. Conduza com Segurança”, que visou sensibilizar os automobilistas para a adoção de comportamentos seguros designadamente na época de Natal e Ano Novo, em que tradicionalmente, as famílias viajam para se reunirem.

A campanha foi lançada a 18 de dezembro, e até 5 de janeiro de 2020, a mesma foi difundida nos  meios tradicionais (TV, Rádio, Multibanco) e digitais, bem como em diversos suportes, designadamente nos autocarros da Carris e dos STCP, nas carruagens do Metro de Lisboa e Porto, nas Praças de Portagem das concessionárias de autoestradas, nos mupis das Câmaras Municipais de Lisboa e do Porto e da EMEL, bem como nas frotas automóveis dos CTT, da Altice, da MEO e da Ascendi.

A IP disponibilizou a campanha na sua rede de Mupis de 32 estações ferroviárias e nos Painéis de Mensagem Variável (PMV). 

Com esta Campanha foi possível agregar vários setores da sociedade em torno de uma só causa: a Segurança Rodoviária.