5 Anos | Infraestruturas de Portugal signatária da Carta Portuguesa para a Diversidade

2021-03-31

A Infraestruturas de Portugal assinala hoje, 31 de março, cinco anos de adesão à Carta Portuguesa para a Diversidade, assumindo o compromisso de respeitar, valorizar e otimizar todo o potencial da diversidade das pessoas que consigo colaboram, bem como de futuros colaboradores/as, rumo a uma organização que se pretende mais inclusiva, diversa e competitiva.

O Palácio Nacional da Ajuda recebeu a 31 de março de 2016 a cerimónia de Assinatura da Carta Portuguesa para a Diversidade, com a participação da Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência e Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, e de várias Organizações do setor público e privado, incluindo a IP.

A Carta para a Diversidade, iniciativa da Comissão Europeia, é um dos instrumentos voluntários criados com o objetivo de encorajar os empregadores a implementar e desenvolver políticas e práticas internas de promoção da diversidade. Descreve medidas concretas que podem ser tomadas para promover a diversidade e a igualdade de oportunidades no trabalho independentemente da origem cultural, étnica e social, orientação sexual, género, idade, caraterísticas físicas, estilo pessoal e religião.

 

 

A IP enquanto signatária da Carta Portuguesa para a Diversidade, participou no 1º Fórum Nacional para a Diversidade e Inclusão, que se realizou em 2017 no grande auditório do ISCTE/IUL, em Lisboa.

Tem sido parceira do Projeto "Engenheiras Por Um Dia", associando-se ao “Girls in ICT Day”, que nesse dia em conjunto com outras organizações promovem a partilha dos seus percursos e experiências profissionais, de forma a sensibilizarem as raparigas para escolherem carreiras na área das TIC e não só.

Tem também participado em vários Grupos de Trabalho temáticos e apoiado a divulgação de várias iniciativas quer no âmbito das "Engenheiras por Um Dia" quer durante o Mês Europeu da Diversidade, que se assinala anualmente em maio.

Carta Portuguesa para a Diversidade

Em Portugal, foi construída colaborativamente por um grupo de organizações signatárias e foi promovida, ao longo dos primeiros anos, pelo Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial (GRACE), Fundação Aga Khan Portugal, Alto Comissariado para as Migrações (ACM I.P), Instituto Nacional de Reabilitação (INR, I. P.), Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG), Comissão para a Igualdade no Trabalho e na Empresa (CITE) e pelo ISCTE-IUL.

Desde novembro de 2018, a sua gestão é da responsabilidade da Associação Portuguesa para a Diversidade e Inclusão (APPDI), associação construída em conjunto com as organizações signatárias, como estratégia de sustentabilidade para a Carta da Diversidade. Atualmente conta com a participação de mais de 290 entidades signatárias pertencentes ao Setor Público, Privado e 3º Setor.