Origo | Estação de São Bento

A Estação de São Bento vai receber a atuação das Origo, um ensemble vocal feminino de música antiga que irá apresentar um repertório dedicado à época natalícia.
 
“Fit Porta Christi Pervia”, o testemunho medieval mais antigo, é um canto Ambrosiano do século IV (de autor desconhecido), que se encontra incluído no poema de Sedulius que tem início com “A solis ortus cardine”.
 
“Laudemus Virginem”, das peças que fazem parte do Livro Vermelho de Montserratt, manuscrito do século IV com cânticos devocionais à virgem de Montserratt (de autor desconhecido).
 
“Cor Meum”, obra de Orlando di Lasso (1532-1594), um dos compositores mais importantes pelo seu estilo polifónico maduro e influente do século XVI. 
 
“Natus est nobis”, composição de Jacob Handl (1550-1591), um dos mais respeitados compositores do renascimento austríaco, apesar do seu país de origem ser Eslovénia. Era também conhecido por possuir uma música altamente complexa, cromática e dissonante. 
 
Muitas outras propostas aliciantes de repertório raramente interpretadas, podem ser ouvidas neste concerto das Origo, que terá inicio ás 17h30 no átrio da Estação.