Corredor Internacional Norte

O projeto visa melhorar a ligação ferroviária do norte e centro de Portugal com a Europa, de modo a viabilizar um transporte ferroviário de mercadorias eficiente, permitindo a articulação entre os portos do norte/centro e a fronteira de Vilar Formoso.

Intervenções

Linha de Leixões 

Linha da Beira Alta

  • Pampilhosa - Mangualde 
  • Mangualde - Guarda 
  • Guarda - Vilar Formoso
  • Concordância da Mealhada (entre a Linha do Norte e a Linha da Beira Alta)

Linha da Beira Baixa

  • Covilhã - Guarda
  • Concordância das Beiras (entre a Linha da Beira Alta e a Linha da Beira Baixa)

Objetivos

  • Promover a interoperabilidade ferroviária com a rede Espanhola e Europeia;
  • Aumentar a capacidade para os comboios de mercadorias, permitindo a circulação de comboios de mercadorias de comprimento até 750m (na Linha da Beira Baixa 600m);
  • Construir as concordâncias na Guarda e Pampilhosa;
  • Eliminar restrições de velocidade e recuperação dos tempos de trajeto dos serviços de passageiros de longo curso;
  • Permitir comboios elétricos na totalidade da Linha da Beira Baixa, com a eletrificação do troço Covilhã – Guarda; 
  • Melhorar condições de segurança com a eliminação de passagens de nível e a instalação de sinalização eletrónica;
  • A intervenção permitirá um aumento de capacidade diária da Linha da Beira Alta dos atuais 14 comboios de 500m para 20 de 750m, o que corresponde a um acréscimo de capacidade de mais do dobro da atual.