Parcerias

 
 

Life + IBERLINCE: Recuperação da distribuição histórica do Lince Ibérico em Espanha e Portugal (2011-2016)

Monitorização da Mortalidade da Fauna na Rede Rodoviária . Relatório Síntese 2013
 
A IP (ex EP) é sócia fundadora da Iberlinx - Associação para a Conservação do Lince-Ibérico e desenvolvimento dos seus territórios. Neste âmbito, e em conformidade com a política de sustentabilidade ambiental que caracteriza a empresa, contribui ativamente nas ações de conservação desenvolvidas a nível nacional, incluindo o Projeto-Life “Recuperação da distribuição histórica do Lince Ibérico em Espanha e em Portugal”.
 
A atuação da IP neste projeto tem como base de partida o conhecimento do tráfego na área de influência das zonas de reintrodução e a identificação de pontos críticos de atropelamentos de fauna (Programa de Monitorização de Mortalidade da Fauna nas Estradas). O programa de minimização dos impactes neste animal teve início previamente à sua libertação dos primeiros exemplares, tendo-se promovido ações de ceifa e corte de vegetação nos taludes das vias na área de reintrodução.
 
Para além disso, a IP em colaboração com a Secretaria de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas e a Liga para a Proteção da Natureza, desenvolveu um sinal de perigo específico para esta espécie, com o objetivo de minimizar o risco de atropelamento, um dos fatores que mais tem afetado as populações de Linces reintroduzidos em Espanha. 
 
Futuramente será estudada a pertinência de aplicar outras medidas, tais como: redução das populações de coelhos nos taludes (que atraem os Linces para a estrada), implementação de painéis informativos sobre ocorrência de Lince-Ibérico, e/ou implementação de passadiços secos nas passagens hidráulicas atuando ao nível da desfragmentação do habitat.
 

Protocolo com a Universidade de Évora

No âmbito do protocolo entre a IP (ex EP) e a Universidade de Évora para «Avaliar o impacto da mortalidade em populações de vertebrados em estradas do Alto Alentejo, e sua relação com o uso de passagens hidráulicas», foi elaborado um estudo que avaliou a utilização de passagens hidráulicas pelos vertebrados, o impacto da mortalidade nas suas populações e a sua relação com o uso das passagens, e a importância das características da paisagem e das estradas na mortalidade.

Impactes das Vias Rodoviárias na Fauna Silvestre