Ações desenvolvidas

Nidificação de Águia-Imperial

Face à deteção de um casal de Águia-Imperial a nidificar num eucalipto junto à berma de uma estrada na ZPE de Castro Verde, o ICNF solicitou à IP a proibição temporária de parar na berma, de forma a salvaguardar o sucesso reprodutor do casal. Neste contexto, a IP instalou sinalização vertical de proibição de parar na berma, entre março e julho, de forma a prevenir a perturbação do casal pela presença de pessoas nas proximidades do ninho. Esta iniciativa contribuiu para proporcionar o sucesso reprodutor do casal, nomeadamente com duas crias bem sucedidas.

 

Proteção do Mexilhão-do-Rio-Ibérico

No âmbito da reabilitação de um pontão sobre a ribeira de Toutalga em Sobral da Adiça, numa zona inserida em Rede Natura 2000, e na sequência de um pedido efetuado pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, a IP implementou uma medida que poderá revelar-se essencial para a sobrevivência da espécie. A intervenção executada pela ex EP, em 2013, na ribeira, sob o pontão reabilitado, consistiu na implementação de uma barreira que retém a água, providenciando um pego, o qual constitui uma bolsa de habitat favorável.

 

Ação COST 350 / Missão Cientifica de Curta Duração - Mitigação e Monitorização dos Impactes das Estradas na Fauna

Ao abrigo da Ação COST 350 - Integrated Assessment of Environmental Impact of Traffic and Transport Infrastructure, foi realizada uma “Missão Cientifica de Curta Duração” cuja finalidade foi contribuir para os objetivos científicos da Ação em causa. A Missão teve como tópico a Mitigação e Monitorização dos Impactes das Estradas na Fauna. Foi realizada em Delft, Holanda, no Instituto de Estradas e Engenharia Hidráulica, pertencente à Direção-Geral das Obras Públicas e Gestão da Água (Rijkswaterstaat), pela Dr.ª Graça Garcia (consultora, especialista em biodiversidade, na referida Ação).
 
A Holanda tem já uma vasta experiência em avaliação de impacte ambiental de projetos e implementa já há algum tempo a avaliação ambiental estratégica de planos e programas. A biodiversidade é uma temática que desde sempre esteve presente nestas avaliações, aplicadas a estradas, existindo atualmente um conhecimento profundo e pragmático sobre as técnicas de conceção, aplicação e melhoramento da eficácia das medidas de minimização dos impactes na fauna.
O Relatório produzido no âmbito da Missão apresenta uma compilação sobre os procedimentos estudados, começando por fazer um enquadramento das políticas relativas ao planeamento do tráfego e infraestruturas de transportes, após o que se concentra nos processos relativos à implementação e gestão das medidas de minimização e compensação dos impactes na biodiversidade, com maior ênfase nos procedimentos relativos à fragmentação dos habitats. 
 
 
 

Workshop “Vida selvagem e a rede viária: a ciência na gestão de conflitos”

A ex EP participou no workshop “Vida selvagem e a rede viária: a ciência na gestão de conflitos", que decorreu na Universidade de Aveiro, tendo estado representada pelo Engº José Faísca, Diretor responsável na empresa, que apresentou o Programa de Monitorização da Mortalidade de Fauna na rede rodoviária.
 
 

Programa de Monitorização da Mortalidade da Fauna

A empresa inclui, no âmbito dos objetivos de sustentabilidade ambiental, dois parâmetros intimamente relacionados: a redução da mortalidade da fauna nas estradas e o aumento da utilização das passagens pelos animais. Para este efeito foi instituído o procedimento regular de registo dos avistamentos de cadáveres de animais no decurso das inspeções das estradas numa base de dados georreferenciada, tendo sido dada a formação necessária aos oficiais de inspeção. Estes dados são geridos e analisados de forma a identificar situações críticas de mortalidade da fauna e propor medidas para a sua minimização. 
 
Anualmente são produzidos relatórios-síntese, disponíveis para consulta: